sexta-feira, 31 de julho de 2015

Fic: De Repente Amor Cap.5


   
Terminei de tomar banho, escovo meus cabelos e dentes, passo delineador e rímel, já são 1:50pm coloco meu vestido, sapatilha, pego minha bolsa,colocando dentro carteira celular e meu gloss para retocar, pego um casaco caso esfrie, dou mais uma olhada no espelho e estou pronta. Espero na sala alguns meninos e o interfone toca.
-Sim?
-Estou com o senhor Collins aqui senhorita.
- Avise ele que estou descendo – desliguei o interfone-

Peguei minha bolsa e fui, o elevador não demorou muito para chegar, já que eu morava na cobertura.A porta se abriu e lá estava ele, com aquele olhar que me seduziu pela primeira vez, ele usava uma bermuda azul clara, com blusa social branca e óculos de sol, ele estava lindo de morrer.

-Você esta muito linda – ele pego minha mão e beijo minha bochecha –
-Você não esta nada mal também – disse sorrindo ele riu- Entramos no seu Audi tt e eu não sabia a mínima ideia de onde íamos, no começo estava um silêncio. 
-Então aonde você esta me levando?
- Surpresa – ele me olhou-
-Ah não, pode me contar agora!! – dei um tapinha em seu ombro-
-Ai doeu – fez uma voz meio gay que me fez rir-

O carro parou em um estacionamento que parecia uma estação de trem, como assim?Saímos do carro e ele pegou minha mão e me levou na frente da estação. 

-Queria fazer alguma coisa diferente com você, então pensei que poderíamos ir passear de trem, para algum país que você queira conhecer. Eu estava pensando que iríamos fazer alguma coisa normal, sair pra passear no park ou coisas desse tipo, mais ir de trem para outro país, isso sim era o melhor encontro que eu iria ter! 
-Paris- falei com uma animação-
-Ok então vamos pra Paris! – ele disse ainda mais animado que eu-

Não acreditei quando ele disse, apenas me joguei nos braços dele me girando no ar, ao parar em sua frente os sorrisos em nossos rostos não tinham desaparecido.

-Bom precisamos comprar nossas passagens agora – fomos para dentro da estação compramos duas passagens para Londres e entramos no trem- 
-Vai demorar um pouco então vamos comprar alguma coisa pra comer? E mais tarde eu te pago um belo jantar parisiense na Torre Eiffel – piscou pra mim, ainda eu estava perplexa com tudo isso acontecendo –.

 Fomos em direção a cafeteria e estava um pouco cheia, mas achamos uma mesa para dois. Conversamos horas e horas (pelo menos parecia) e sim ainda estávamos na cafeteria, depois desse longo tempo pagamos nossa conta e fomos em nossos acentos. 

-Mesdames et Messieurs, nous arrivons à Paris en quelques minutes. -Senhores passageiros, chegaremos a Paris daqui a alguns minutos.-
 -Ai que emoção! Você sabe falar francês? – perguntei a ele-
-Juste un peu, que significa só um pouco. Venha o trem esta parando – pegou minha mão e fomos em direção a porta – 

Ao abrir a porta a imagem era maravilhosa, nunca tinha ido a Paris, as únicas imagens eram as do Google e alguns filmes que vi, mas nada se comparava a isso,era simplesmente perfeito...